28 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
10/07/23 às 10h41 - Atualizado em 8/04/24 às 15h56

Obras na Avenida Central do Paranoá entram na terceira etapa

COMPARTILHAR

GDF investe R$ 4 milhões na melhoria da via principal da cidade, que ganha novas calçadas, plantio de árvores e estacionamentos

Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

A Avenida Central do Paranoá recebe a terceira etapa das obras de pavimentação, que levam mais conforto e segurança para a população. O Governo do Distrito Federal (GDF) iniciou, nos últimos dias, a recuperação asfáltica entre as quadras 22 a 30. Nesse trecho, cerca de 1 km receberá um novo pavimento.

Trecho de cerca de 1 km da Avenida Paranoá, entre as quadras 22 e 30, recebe o serviço de recuperação asfáltica | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Com investimento de cerca de R$ 4 milhões, já foram concluídas a primeira e a segunda etapas da obra. “Estamos fazendo nesse trecho a sub-base, base e o asfalto, já foram feitas calçadas e só faltam no perímetro as plataformas elevadas. Na região já tinha asfalto, mas estava bem precário”, diz Vilmar Azevedo, engenheiro da Secretaria de Obras e Infraestrutura e executor do contrato. Segundo ele, o trabalho tem gerado aproximadamente 500 empregos diretos e indiretos.

Diversas foram as melhorias na Avenida Central da cidade: a área ganhou novas calçadas, estacionamento e meios-fios, acessibilidade e benfeitorias para motoristas e pedestres. A obra prevê também a recuperação da ciclovia de 2,5 km que corta o canteiro central e o plantio de árvores.

As equipes da Administração Regional do Paranoá têm acompanhado diariamente os trabalhos que estão sendo executados pelo consórcio contratado. “Estamos agora no sentido de quem sai da cidade, costumamos falar que é o lado par do Paranoá, pois é onde estão as quadras pares. Sinalizamos e informamos a comunidade e os comerciantes sobre os desvios necessários. Todos os que estavam no perímetro da obra foram alertados. Estamos diariamente no local para evitar transtornos maiores aos moradores”, diz Wellington Cardoso, administrador da cidade.

Cardoso ressalta que, como toda obra, no início é comum a população reclamar de possíveis transtornos, mas em breve os benefícios serão maiores. “No início reclamam, pois toda intervenção causa mudanças, mas nos trechos já entregues a comunidade gostou muito, porque melhorou as entradas para as quadras comerciais. Agora estamos estudando formas de ampliar o número de vagas de estacionamento, para auxiliar ainda mais a comunidade nesse quesito”, destaca Cardoso.

A vendedora Liliane Bezerra, 43 anos, afirma que “a reforma trouxe muitos benefícios para a comunidade, a cidade ficou mais bonita e houve melhora na qualidade de vida da população”

A vendedora Liliane Bezerra, 43 anos, elogiou as intervenções na região. “A reforma trouxe muitos benefícios para a comunidade, a cidade ficou mais bonita e houve melhora na qualidade de vida da população. Agora, as pessoas reclamam, mas em breve verão como tudo fica melhor. Os benefícios serão vistos”, acredita.

Para a estudante universitária Mikaelly Sousa, 18 anos, uma das principais melhorias das obras foram as calçadas: “Antes dividíamos os espaços com as bicicletas, agora estão mais amplas”

A estudante universitária Mikaelly Sousa, 18, destaca que uma das principais vantagens com as obras na Avenida Principal foram as calçadas. “Elas estão mais largas. Antes dividíamos os espaços com as bicicletas, agora estão mais amplas, essa foi uma das principais melhorias”, afirma.

Mapa do site Dúvidas frequentes